De vídeos gratuitos a ativos digitais de milhões. Já conhece os NFTs? – Executive Digest

Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]

Receba os artigos diretamente no seu email


De vídeos gratuitos a ativos digitais de milhões. Já conhece os NFTs? – Executive Digest 1


Há um novo ativo do dedo que está a invocar a atenção de colecionadores. Labareda-se NFT (ou non-fungible token) e consiste num ativo encriptado que representa um cláusula específico, seja ele tangível ou não. Semelhante a uma criptomoeda, pode atingir valores elevados consoante o cláusula que lhe está atribuído.

A teoria é transformar artigos colecionáveis em bens digitais que dificultarão a circulação de cópias falsas, por exemplo. Isto porque cada NFT contém informação única e verificável, que permite confirmar a sua autenticidade.

Recentemente, esta tecnologia começou a dar que falar graças à venda de um vídeo de exclusivamente 10 segundos por 6,6 milhões de dólares. Assinado pelo artista Beeple, é constituído exclusivamente por imagens que podem ser encontradas online gratuitamente, mas que nesta elaboração do dedo ganham novo valor.

Segundo a CNBC, não é caso único, porém. Também recentemente, um avatar CryptoPunks foi vendido por dois milhões de dólares e uma representação encriptada do meme Nyan Cat de 2011 rendeu murado de 590 milénio euros num leilão online.

O interesse pelos NFTs poderá ser justificado pela possibilidade de os artistas serem pagos pela distribuição dos seus conteúdos online – um dos maiores problemas do sector. Com a subida da Internet, tornou-se cada vez mais difícil provar a autoria de uma imagem, música ou vídeo e o blockchain associado aos NFTs poderá ajudar nesse sentido.

Por outro lado, os mais críticos deste ativos digitais alertam para o potencial especulativo da tecnologia. Aliás, os NFTs não funcionam porquê moedas virtuais porque não podem ser trocados diretamente: uma epístola de Pokémon antiga não terá o mesmo valor que um cromo de baseball, por exemplo.

A leiloeira Christie’s já abraçou a novidade e organizou um leilão para uma colagem de Beeple, o mesmo responsável pelo vídeo vendido por 6,6 milhões de euros. A peça, que existe somente enquanto NFT, já conquistou licitações de três milhões de dólares, mas o leilão somente termina no próximo dia 11 pelo que o valor ainda poderá aumentar.

«Estamos em território muito ignoto», afirma Noah Davis, perito da Christie’s. «Nos primeiros 10 minutos de licitação, tivemos mais de uma centena de licitações de 21 pessoas e já estávamos num milhão de dólares.»

A popularidade destes ativos cresceu com a pandemia e, no ano pretérito, as transações quadruplicaram para 250 milhões de dólares, de consonância com dados da NonFungible e da L’Atelier.


version: 'v2.0' ); FB.Event.subscribe('comment.create', function (comment_data) console.log(comment_data); update_comments_count(); ); FB.Event.subscribe('comment.remove', function (comment_data) update_comments_count(); );

function update_comments_count(comment_data, comment_action) jQuery.ajax( type: 'GET', dataType: 'json', url: 'https://executivedigest.sapo.pt/wp-admin/admin-ajax.php', data: action: 'clear_better_facebook_comments', post_id: '158991' , success: function (data) // todo sync comments count here! data have the counts , error: function (i, b) // todo

) ; ;

appendFbScript();

appendFbScript();

)();



Fonte